Fluxo Kisoul
Search…
Remuneração

Salários auto definidos e atualizados

Os Colaboradores são responsáveis por definir e atualizar seus próprios salários.
Se você sente que assumiu novos desafios e fez contribuições especiais para a empresa, pode propor à qualquer momento um aumento salarial.
Não espere que alguém "o promova", ainda que colaboradores podem lhe sugerir revisar sua remuneração, a nível de aconselhamento.

Como propor uma alteração no salário?

A proposta deve ser feita para o colaborador com papel ligado às finanças de pessoal da empresa (ou círculo responsável, caso haja um), cuja responsabilidade e artefatos incluem alterações salariais.
Antes de apresentar a proposta de alteração salarial, é recomendado que você: - navegue pela planilha de Folha de Pessoal da empresa, disponível para todos os colaboradores, para ter conhecimento de quanto seus colegas são remunerados também (para fins de transparência e referência). - converse com algum colega par que trabalhe com você para obter aconselhamento (somente aconselhamento, não é preciso nenhuma aprovação) - sustente o porquê da alteração salarial para o colaborador responsável das finanças de pessoal (como forma de compartilhar com algum par seu entendimento da situação).

Responsabilidades de quem recebe a proposta de alteração

Esse colaborador (ou círculo) que recebe formalmente a proposta não tem o direito de julgar se o novo valor é justo ou não (ainda que aconselhamentos sejam sempre bem-vindos em todos os momentos). Esse julgamento de valor justo ou não cabe somente ao próprio proponente.
Quem recebe a proposta de alteração salarial tem a responsabilidade de verificar se o novo valor pode ser absorvido pela empresa de maneira saudável. E, caso possa ser absorvido, processar a alteração formalmente. Caso contrário, propor um ajuste no valor que seja viável com as condições da empresa ao proponente. Caso não se chegue a um acordo, é importante que essa Tensão seja levada ao nível de círculo para que um novo caminho seja encontrado.

Bônus e Incentivos

Não há bônus ou incentivos individuais na empresa. Partimos do princípio que, uma vez que todos tenham um bom salário, o mais importante é que o trabalho seja significativo e que permita cada um expressar seus talentos e vocações.
Caso a empresa termine o ano com uma saúde financeira excelente e muito lucrativa, qualquer colaborador pode propor que parte desse lucro seja compartilhado com todos os Colaboradores. Essa validação é feita pelo Colaborador/Círculo com papel ligado às finanças da empresa, cuja responsabilidade e artefatos incluem acionar distribuições de lucros, a princípio, em medida proporcional às suas remunerações base.

Distribuição de Dividendos e Participação Acionária

Ainda que não usual, a opção de compra (ou vesting) de participação acionária da empresa por Colaboradores pode ocorrer, principalmente como forma de remuneração no momento da contratação ou acordo com atuais colaboradores. Nesses casos, exigindo que se passe por avaliação dos sócios. Por isso necessitar de uma aprovação legal em nível societário, não é recomendada como prática ordinária.
A Kisoul não distribui dividendos para sócios. Porém entendemos que essa definição pode ser revista em nível societário já que envolve aspectos jurídicos de acordo com a configuração legal da empresa. Além disso, pode ser revisto caso mudanças contribuam para projetos de captação de recursos e investidores - que devem ocorrer sempre à luz do propósito da Kisoul.
Last modified 1yr ago